quarta-feira
23-04-2014

90 leitores on-line

 
 
 
 


Gostava que o jornal Oeste Online regressasse um dia?

Sim
Não
Talvez



Ver resultados

Edição de 18-06-2007

Crónica
Periodontite (Piorreia) – Como prevenir e tratar


José Afonso Teixeira

Acerca do autor

Últimos artigos
do autor

A periodontite, ou piorreia como é vulgarmente conhecida, é uma doença da cavidade oral, que atinge os tecidos de suporte do dente, a gengiva, o osso e os ligamentos do dente. Convém destacar que em muitos casos, esta doença é indolor, mas pode ser extremamente destrutiva, resultando na perda de um ou vários dentes, devendo por isso ter diagnosticada e tratada atempadamente.

As doenças periodontais mais comuns são a gengivite e a periodontite, e caracterizam-se por uma inflamação na gengiva que, no caso da periodontite, pode levar à reabsorção do osso alveolar (osso em redor dos dentes), processo este que se não for tratado, pode levar à perda do dente, ao contrário da gengivite, uma vez que a inflamação atinge apenas a gengiva.


Causas

O principal agente causador da periodontite é a placa bacteriana que se acumula sobre a superfície dentária e no sulco da gengiva, situação esta que causa a inflamação gengival. Com o evoluir desta inflamação as fibras, e os tecidos de suporte dos dentes são comprometidos. Como consequência, um ou mais dentes podem ficar sem suporte, e começar a abanar, podendo mesmo haver a perda destes dentes, sem qualquer dor.

Para além da placa bacteriana, existem outros factores que podem influenciar o aparecimento/evolução da doença como a idade, o tabaco, carências alimentares, diabetes, HIV, a hereditariedade (transmissão genéticas de pais para filhos que pode atingir até 50% dos casos), o stress, o alcóol e a gravidez.


Sinais e sintomas

O sinal mais característico da doença é a inflamação das gengivas, associada a um abundante sangramento gengival, e ao mau hálito (halitose). Outros sinais podem incluir alteração da posição dentária, sensibilidade, pus na gengiva, perda de gengiva (dentes descarnados), mobilidade dentária, e em último caso perda de dentes.


Tratamento

Ao contrário da gengivite, que é uma inflamação gengival que não acarreta perda de tecidos de suporte, e que desaparece com uma boa higiene oral, a periodontite necessita de intervenção de um profissional de saúde. O tratamento consiste sobretudo no controlo da infecção e na remoção da placa.

Para a total remoção da placa, e das bactérias responsáveis pela doença é necessário efectuar uma destartarização, para a remoção de todo o tártaro que existe sobre a superfície dos dentes, e depois realizar raspagens na raíz do dente, de forma a eliminar todas as bactérias que existam mesmo por baixo da gengiva. Por fim deverão ser eliminados todos os factores que influenciem esta doença, e o paciente deverá ser instruído em relação às técnicas de higiene oral.

Este tipo de doença requer um controlo periódico, inicialmente mensal, sendo depois adequado às necessidades específicas de cada caso.

O principal objetivo do tratamento é estabilizar as perdas e assegurar que o trabalho conjunto do profissional e do paciente evite o reaparecimento ou agravamento da doença periodontal.

Em casos de infecção pode ser prescrito um antibiótico, para se obterem melhores resultados no tratamento.

No caso deste tipo de tratamento não ser eficaz, é possível ainda recorrer a um tratamento cirúrgico, sob anestesia, onde se faz uma remoção mais aprofundada das bactérias causadoras da doença.


Um conselho do seu Médico Dentista

Se verificar um ou mais dos seguintes sinais abaixo descritos visite rapidamente o seu profissional de saúde oral para uma revisão, pois a progressão da doença periodontal é incontrolável sem a intervenção de um Médico Dentista, e pode levar à perda de todos os dentes na cavidade oral!

Sinais: Dor na boca; Sangramento das gengivas; Aparecimento/Aumento de espaços entre os dentes; Gengivas inchadas ou flácidas; Gengivas retraídas ou os dentes parecem maiores; Mau hálito; Aparecimento de pus; Desconforto a morder ou a fechar a boca; Aumento de sensibilidade dentária.

  43 comentário(s) a esta notícia.  [mostrar/esconder comentários]

Imprimir

 

Últimos artigos em OPINIÃO:

· Com PS, PSD e CDS a Lagoa de Óbidos apodrece  03-10-2011
· A Escolha  03-10-2011
· Nova Política, Mundo Rural Novo  07-09-2011
· Cuidados pós operatórios em Medicina Dentária  06-09-2011
· Em 2015, podemos respirar?  14-03-2011
· Catarse  14-03-2011

 



1ª Página | Fórum | Links | Classificados | Publicidade | Ficha Técnica e Contactos

© 2000-2014 Jornal Oeste Online Registo de tí­tulo: 124603 Edição: Associação Oeste

Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer
tipo de suporte, sem prévia permissão do Jornal Oeste Online ou, quando aplicável, do autor dos artigos.